Carol Passos

Crônicas e percepções. Nem tudo que escrevo aqui é real

há três semanas, a máquina de lavar roupa decidiu que só trabalharia quando quisesse. acatei a exigência, compreensiva. resignada, passei a colocar a roupa toda lá, programar a bichinha e esperar.
geralmente, demorava um bom tempo, mas ela cedia e dava resposta. eu nem conferia se a quantidade de água estava certa, se o sabão havia misturado bem ou se a centrifugação foi realizada com sucesso. fazia vista grossa e ignorava o processo todo com medo que tudo desandasse. tentamos manter nossa relação assim até que no último sábado a máquina parou de vez.
talvez tenha ficado ressentida. dia desses, não aguentei e a pressionei. por irritação com a teimosia e desconsideração da maldita perdi o controle e afundei o botão de liga/desliga.
hoje descobrimos que não deveria ter me descontrolado. segundo o técnico, a máquina de lavar revelou-se extremamente sensível à pressão, incompatível com cobranças e desesperada por não ser exposta.
ainda bem que trocaremos o botão. e o controle voltará a ser meu.
(escrito em 6 de abril de 2016)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: