Carol Passos

Crônicas e percepções. Nem tudo que escrevo aqui é real

Posts recentes

noites

falta plateia para assistir que dorme esboçando um sorriso, calmo e tranquilo. que de vez em quando solta palavras, histórias não terminadas que pouco se entende. quando acorda no meio da noite, descobre o tamanho da cama que lhe resta, estreito e quente. vira para o lado e repete em voz alta e paciente para …

Continue lendo

sobre o tempo

escrevo a você que caminha em um sentido, que carrega nos ossos o peso do tempo, na pele o registro dos dias e na cabeça cada passo dado: espera.  aninha o corpo, se cobre bem e respira. o tempo às vezes assusta, mas também acalma. com o tempo mudam as ruas, a cidade, crescem as crianças, …

Continue lendo

se

tomamos por razão algo que se diz certo ou aceitável. escolhemos os padrões que nos acostumamos a reproduzir e, por vezes, fincamos os pensamentos em coisas que não entendemos e nos escapam da racionalidade. noites mal dormidas são dedicadas ao inaceitável, ao que não compreendemos, ao que queremos consertar. as vezes que viramos na cama, …

Continue lendo

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.